É muito comum conhecer pessoas que conhecem apenas a sigla “Jazz”, sim meus caros, milhares de pessoas no mundo acham que o jazz é apenas mais um estilo “antigo” que ainda se escuta hoje em dia.

No TintoCast #09 sobre Divas comentamos sobre aquelas cantoras que nos mais impressionou e que merecem um certo destaque em nossas “Playlists”, fazendo a pauta não pude deixa de perceber que a semelhança entre fatos era incrível, até comentei este caso no podcast, mais por conta da edição, tive que cortar. Drogas, álcool, boa música e incríveis vozes eram freqüentemente vistas naquela época em que as transmissões pretas e brancas lideravam as caixas pretas.  Com o passar do tempo isso foi mudando, mais hoje em dia ainda vemos quadros parecidos, contudo, a produção de novos artistas foi caindo e a cada dia era difícil encontrar mais talentos brilhantes como antes, não estou desvalorizando os artistas de hoje, minha pretensão não é esta, afinal de contas existem muitos artistas talentosos hoje em dia, o que sinto falta é de toda aquela “classe” que tínhamos anteriormente, de comprar um disco e ouvir na vitrola junto com toda família no chá da tarde. O que quero dizer é que o tempo passa e trás coisas boas e ruins, sou do clube que ainda valoriza os antigos músicos (conhecidos ou não), e ainda tenho os valores que antes minha família lutou para me ensinar e me educar.

Sinto falta das caixas em preto e branco, mais nem por isso deixo de apreciar a minha em alta definição, tudo é passageiro, mais o que for realmente bom, vai sempre perdurar.

Uma boa semana para todos.
Picture

Picture
Adriel Dantas participa do TintoCast e é viciado em literatura e vinhos, porém nunca deixa o fone de ouvido de lado onde escuta por 6 horas Frank Sinatra e Beatles.

 


Comments




Leave a Reply