Picture
Com a ausência das dicas de vinho no podcast, decidi criar uma pequena coluna aqui no blog sobre vinhos, esta coluna vai ser publicada toda a quarta-feira, deixando uma brecha de um dia para o novo TintoCast que saí todas as sextas.
Para começar é melhor contextualizar tudo, então neste post vou falar sobre os tipos de uvas (para tinto) mais famosas, assim fica mais fácil para quem ainda é leigo entender as publicações futuras.

Cabernet Sauvigno­n é praticamente á mais famosa de todas (o tipo de uva preta mais conhecida do mundo), creio que alguém por volta dos seus (pelo menos) 25 anos já tenha ouvido falar deste nome, porém não associando ao tipo de vinho.  Este tipo de uva é usado para a elaboração de vinhos típicos que podem evoluir com o passar do tempo (aquela história de vinhos envelhecidos serem mais gostosos), o Cabernet Sauvigno­n pode ter em seu aroma composições de cacau, amora, tabaco, ameixa, violeta e outros, é o tipo de vinho indicado para começar uma degustação, seus acompanhamentos podem ser carnes de caça e carnes secas.

Merlot­ ­­é outro tipo bastante conhecido, famoso por sua composição rica em álcool e de cor intensa, é um vinho que pode ser consumido puro ou com outros vaietais, especialmente com o cabernet sauvignon (por falar nisso, esta semana eu estava tomando um Cabernet + Merlot, para iniciantes eu aconselho começar separado e depois experimentar essas misturas, minha opinião é que o vinho fica mais rico e conseqüentemente mais saboroso, irei tomá-lo novamente nesta sexta-feira gravando o TintoCast), os aromas mais comuns em Merlot são de framboesa, ameixa, groselha, chocolate, canela, chá, entre outros.  Para este tipo de vinho você pode tomar sem acompanhamento mesmo, seu gosto intenso e misterioso (nota sobre a história do Merlot abaixo) faz com que seu sabor possa ser apreciado sem a adição de complementos (contudo, existe inúmeros pratos no qual você pode acrescentar o Merlot nas refeições, como cozinha Italiana, Tailandesa, Árabe e outros).

Nesta publicação eu falei dois tipos mais “populares” de vinhos, na próxima semana vamos acrescentar o Barbera ­e o Pinot Noir, depois de finalizar os tipos de vinhos prosseguiremos com um estado mais avançado e assim por diante.

Não esqueça de curtir a página do TintoCast no Facebook, Escute o TintoCast e compartilhe com seus conhecidos.
                                                                                                                            Até sexta-feira com mais um TintoCast.

Nota: O Merlot é uma uva um tanto quanto polemica, não existe um tipo certo de cultivo, hora ideal de colheita, etc... Em questão de aroma e sabores não existe um acordo que diga ao certo suas características, fazendo assim com que o modo de preservação e cultivo da uva seja por ordem do dono. Contudo, este tipo de uva é mais fácil de crescer do que o Cabernet Sauvignon.

Picture
Adriel Dantas participa do TintoCast e é viciado em literatura e vinhos, porém nunca deixa o fone de ouvido de lado onde escuta por 6 horas Frank Sinatra e Beatles.

 


Comments




Leave a Reply