Formador de excelentes vinhos jovens, o Cabernet France foi introduzido no Rio Grande do Sul lá por 1900, na década de 1920 já se podiam encontrar os vinhos produzidos por esta uva no comercio.  Contudo, entre 1970 e 1980 a uva foi sendo superada por outros tipos como “Cabernet Sauvignon” e “Merlot”. 

Com seu gosto bem mais leve que o Cabernet Sauvignon, esta uva se adapta facilmente em quase todas as regiões, fácil de se cultivar, a uva floresce e amadurece muito cedo, resultando em um vinho com aromas de folhas secas, madeira velha, groselha preta, morangos, pimenta verde, entre outros. 

A complexidade aromática do Cabernet Franc é excelente, com isso, o seu vinho combina com diferentes tipos de culinárias como Árabe, Grega e Marroquina. Podendo também harmonizar bastante com Pizza, Frango e Lasanha.  
O Cabernet Franc pode ser utilizado também para cortes com outras uvas, como Malbec, Merlot e Cabernet Sauvignon. 
Picture
Siga nosso site pelo Twitter e Facebook, não deixe de conferir nosso podcast

Picture
Adriel Dantas participa do TintoCast e é viciado em literatura e vinhos, porém nunca deixa o fone de ouvido de lado onde escuta diariamente clássicos dos anos '50.

 


Comments




Leave a Reply